quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Frase do dia

Clichê, mas verdade: o tempo é senhor da razão e cura todas as feridas!

To dance: R.I.O. - Shine On

Exposição Corpos

Alguém teve a oportunidade de ir a essa exposição? Enrolei tanto pra postar que a danada já acabou em Sampa, me parece que está em Brasília agora, no Park Shopping. Eu sempre quis conhecer essa exposição, em 2007 rolou uma parecida em Sampa, na Oca, e eu não fui. Esse ano a exposição começou em maio se não me engano, quase que perco de novo. Um dia criei coragem, peguei Bruno e fui, embaixo de chuva, péssimo dia para ele conhecer o Parque do Ibirapuera. O preço era salgado, 30 reais a inteira, 15 a meia, isso porque era 40 a inteira uma semana antes. Pior foi ter que pagar zona azul pra estacionar dentro do parque... mas no geral valeu muito a pena, assim passou um pouco minha frustração de não ter feito faculdade de biologia (eu sou uma indecisa mesmo, não liguem). A exposição tinha corpos dissecados de vários chineses, tinha esqueletos, partes de corpos, corpos só com músculos, de mulheres, de homens, muito interessante. Pena que ninguém queria ir, a Ju disse que ia vomitar, a Dani que ia ter pesadelo, perderam, rs. Eu fiquei muito interessada em tudo, adoro museus de qualquer coisa, mesmo quando não entendo bulhufas sobre o quadro exposto. Pra quem estiver em Brasília, não perca essa oportunidade e pra quem está em Sampa, o negócio é esperar a exposição voltar.

Música: Liah - Outra Porta

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Hoje eu assisti

Garota Infernal: Jesus Mary Joseph, uma tranqueira de filme. Mas era domingo, na casa da mãe, chuva, nada pra fazer, passando na TV... a gente assiste, né? O filme conta a história de uma menina, que era uma tremenda vaca, que é usada num ritual de magia negra que dá errado e ela incorpora a alma do diabo, comendo (literalmente) os meninos da cidadezinha onde vive. O filme é sanguinolento, com bastante sexo, bebidas e pessoas bonitas, beeeem comercial. Venho comunicar que não vale alugar, se tiver Telecine em casa e fazendo nada, assista!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Derik

Esse será o nome do meu filho, Derik. Sempre viciada em Grey's Anatomy, adoro esse nome há anos e sempre quis um filho Derik, assim como o Dr. Sheppard no seriado. Tudo bem que o certo seria meu filho chamar Derek, mas pense como ele seria chamado na escola no começo do ano pelos professores? Quando você entra na escola, a professora faz a chamada por nome e com certeza chamarão meu pequeno de Derék, tadinho. Como sofri muito com meu nome, sempre penso como será a vida dos meus filhos, principalmente na escola, que a gente passa boa parte da vida (e tem boa parte das decepções) por lá. Meu filho nem nasceu, nem está dentro de mim, mas eu já o amo tanto... o amo desde o momento que comecei a pensar como mulher. Tenho certeza que meu primeiro filho será menino, e será meu Derik. Voltei a assistir Grey's feito uma condenada e lembrei que esse nome ficará lindo no meu baby. Derik, tá escolhido, não tem erro, Derik Rhein e sobrenome do pai, já está até sonoro em meus ouvidos. Agora a pergunta: quando o Derik vem? Se depender do meu medo, daqui uns 50 anos!

Música a la Grey's: Chasing Cars - Snow Patrol