segunda-feira, 31 de março de 2014

Festa Infantil - Rei Arthur

Ok, um nojo de festa de tão fresca, mas tem tudo a ver! Eu gostei de muitas ideias, algumas nem tanto, mas dá pra aproveitar bastante coisa!


















sábado, 29 de março de 2014

A chegada da Peppa Cat

Depois da chegada do Stevie, ficamos com aquela vontade forte de adotar um amiguinho para ele. Chegávamos do serviço e Stevie estava atrás da porta, esperando. Quando abríamos a porta, ele começava a miar, miar, miar, se esfregar na gente, dava aquela pena. Aí conversamos com quem já tem gatos, com a veterinária dele e chegamos ao seguinte perfil de adoção: uma fêmea filhote e castrada.


Desconfiada, primeiro dia em casa


Assim começaram as pesquisas, entrei em contato com ONG's, pesquisei na internet, entrei em grupos no Facebook. Nessas andanças, conheci a Patricia, do Projeto Vida Animal*. Ela postou a foto de uma gatinha fofa e começamos a conversar inbox, descrevi o perfil de casa, contei que tinha o Arthur e o Stevie e ela me indicou três gatinhos. Dos três, optamos pela Cacau, que virou Peppa Cat (escolha do Arthur!).


Relaxando e se adaptando


Passados os trâmites de adoção, com preenchimento dos formulários, fotos das janelas e envio dos documentos para o microchip da Peppa (ela é chik!), chegou o dia da entrega dela. O marido da Patrícia e um outro rapaz foram em casa sexta a noite e trouxeram a Peppa na caixinha de transporte. Ela e o Stevie ficaram trocando "fizzzz", então fomos orientados a deixar a Peppa no nosso quarto por uns dias. A adaptação durou só o fim de semana, no domingo eles já estavam juntos no mesmo ambiente, comendo juntos, mas sem brincar ou deitar um perto do outro. Quando se cruzavam, soltavam um "fizzz".

A semana passou e olha que coisa boa, Stevie e Peppa se adaptaram super bem! Correm, brincam, dormem juntos, estamos muito felizes! Peppa é linda, um pelo brilhante e duas manchas brancas e charmosas na barriga. Esperta, sobe em tudo e quer comer tudo, rs, fica nos seguindo com aqueles olhões amarelos. Ah, e esses olhões amarelos que guiam o Stevie e é lindo de ver. Antes da Peppa, Stevie era quietinho, brincava pouco. Hoje Stevie corre, brinca, ataca a Peppa, ela revida, tudo na brincadeira, claro. Eles fazem gangue para pedir sachê, gritam e miam até abrir, dois mimados, rs.


No paparico comigo e pagando linguinha, rs


Peppa às vezes vem dormir comigo, mas ela e o Stevie gostam mesmo do meu marido. Onde ele está, eles estão, é incrível! Essa noite dormi com Arthur e meu marido dormiu no quarto do pequeno. Hoje de manhã tirei essa foto:


Stevie e Peppa 


Eles são grudados com meu marido, então eles dormem comigo quando meu marido dorme comigo. Fim. Tenho que pegar outro gato para chamar de meu, viu, rs. 

Estamos muito contentes com o resultado, Peppa é ligeira e foge das "Feliciosices" do Arthur, sem arranhar ou machucar. No primeiro dia ele achou que ela era o Stevie e agarrou ela com tudo. Ela, coitada, se apavorou e tentou arranhá-lo, mas depois disso nunca mais. Ela vê o Arthur e sai correndo, fugindo do pequeno agarrão, rs. Ela é linda e tem 6 meses, ou seja, ainda vai fazer muita companhia para o Stevie e para nós!

Seja bem-vinda, Peppa Cat, você já conquistou um espação nas nossas vidas! 

* OBS: devo meus parabéns e meu muito obrigada à Patrícia e ao Projeto Vida Animal! Eles cuidam, resgatam, castram, vacinam e procuram pessoas para adoção responsável, um trabalho lindo e com certeza que exige muito esforço para continuar! Eles contam com doações de rações, areia, remédios, caixas de transporte e dinheiro para manter o projeto. Peppa chegou em casa vacinada, vermifugada, castrada e microchipada! Só tenho a agradecer e a elogiar o projeto! 

quinta-feira, 27 de março de 2014

Sobre Virgem

Meu signo é dos chatos perfeccionistas e as descrições desse texto são bem boas, apesar dos muitos exageros, rs. 



Faz de conta que você tem uma empresa e acha que o seu sócio está te roubando e você precisa ter certeza e para isto, você terá que mexer em todo o complexo livro caixa, numa busca pelos últimos três anos de lucros da empresa. Que chato, não?

Não para um virginiano. Minúcias, detalhes, cálculos complicados, deixe tudo para ele.

O virginiano é muito organizado, e não só no sentido de casa impecável e limpa, mas sim na organização mental. A capacidade de concentração destas pessoas é impressionante e se você resolver mentir para eles, espero que seja bom, porque eles vão somando detalhes , expressões de rosto e friamente vão dizer na sua cara:

Você mentiu! E vão explicar o porquê. Dá ódio. Não se esquecem de nada, anotam tudo, conseguem ser pontuais e obedecer à rotina de uma maneira perfeita.

Espiem só a agenda de um virginiano típico:

07h15min- o despertador toca e o virginiano reza, não se esquecendo de agradecer o aumento que ganhou e os 3 kg que conseguiu perder.

07h20min- O virginiano vai para o banheiro e faz xixi, em seguida cocô,usa 7 vezes o papel higiênico(mesmo sabendo que tomará banho em seguida), e aperta duas vezes a descarga , pois tem pavor de resíduos.

07h25min- o virginiano entra no chuveiro e molha bem os cabelos e depois de bem molhado, ele passa o shampoo, esfregando bem e enquanto o shampoo age, ele escova os dentes com a escova elétrica. Enxágua os cabelos e a boca, e repete as duas operações (cabelos e dentes) por mais um minutos e novamente enxágua..

Não passa condicionador porque só usa dia sim, dia não. E hoje é o dia do não.

Em seguida esfrega com a esponja vegetal as partes mais ásperas do corpo (cotovelos, calcanhares, joelhos) e depois com o sabonete antibacteriano ele lava axilas, solas dos pés, e partes pudentas. Depois lava o restante do corpo com o sabonete liquido hidratante e enxágua tudo com a água fria porque tonifica os músculos. Sem medo de ser feliz, lava o rosto com o sabonete para peles mistas.

Depois… E por aí vai… Pode ter TOC bem fácil.

Sexualmente eles usam o lado b, então fazem o sexo com muito beijo molhado, saliva, palavrões ,tapas, ou seja o chamado ’sexo sujo’, porque é ali que eles se soltam.

Não se esqueçam que todo mundo tem um lado b, mas o do virginiano é quase c.

As mulheres são excelentes esposas e namoradas, mas são exigentes demais, detalhistas, do tipo que se o coitado deixar a toalha molhada em cima da cama ela surta. São excelentes executivas, secretárias, médicas e cobradoras de ônibus.

E quando discutem a relação é péssimo, porque fazem um apanhado dos últimos 5 anos, sem perder nenhum episódio de briga e ofensas, repetindo até frases e insultos.

Mas o virginiano em geral é bem asseado. Se você estiver na cama com algum deles e tiver com mau hálito, chulé ou um cheiro forte debaixo do braço… ele fala na sua cara e te manda para o banho. E se você quer um sexo filme pornô, pegue alguém deste signo. O que é excitante, pois eles têm uma aparência distinta e tímida, mas… ui! Claro, mas com muita higiene. E tem todos os remédios do mundo... São hipocondríacos. São capazes de tomar Imosec antes da feijoada.

Fonte: Canna Club

terça-feira, 25 de março de 2014

Oito mitos sobre gatos

1. Gatos são interesseiros (ou traçoeiros)

Ahhh, um clássico. Gatos fazem o que tiverem vontade no momento. Você pode chamar o quanto quiser que, se eles não quiserem, não vão vir. Não são obedientes como os cães, algo que irrita algumas pessoas. Sim, eles vêm correndo quando você abre aquele patê delicioso, mas quem não faria isso? Como diz Luciana: “Eles não são interesseiros, são interessantes”.




2. Gatos transmitem asma


Falso. Asma felina é diferente da asma humana. Um não transmite para o outro. Pessoas que nunca conviveram com felinos também tendem a achar que o ronronar é um chiado do pulmão, indicando que eles possuem problemas respiratórios. Trata-se apenas de um barulho que fazem quando estão relaxados e felizes.
3. Gatos não se dão bem com crianças

Grande parte dos gatos vive em um aconchego só com os pequenos – raças como maine coon e norueguês da floresta são mais dóceis. Porém, alguns bichanos, do tipo reservados, podem ser temperamentais com crianças que pesam a mão nos carinhos e brincadeiras. Mas tudo tem solução. O segredo está na socialização dos dois. Os pais devem acompanhar os primeiros contatos da criança com o pet, mostrando como manipulá-lo e explicando que os peludos também apreciam alguns momentos de paz.



4. Gatos gostam da casa, e não do dono

Pergunte para qualquer gateiro: todos dirão que isso não faz sentido. “Eles gostam da casa com o dono dentro”, afirma Luciana. Os felinos são muito apegados ao ambiente físico, mas também ao dono. Após a morte do tutor, muitos entram em depressão e acabam até morrendo.
5. Gatos tem sete vidas

Hm… não. Ganharam essa fama por pularem de grandes alturas sem se machucar. Entretanto, bichanos são bastante sensíveis e necessitam de cuidados especiais. Problemas com sua parte emocional podem evoluir para doenças renais e respiratórias, entre outras. Eles somatizam questões. Já houve casos de donos que passavam pelo processo de quimioterapia e cujo gato vomitava junto.

6. Gatos com aids felina podem transmitir a doença para humanos

Assim como a Aids humana, o vírus da Aids felina, chamado FIV, ataca o sistema imunológico do pet. Entretanto, humanos não são infectados por ele. Já outros gatos podem ser contaminados através do contato com o sangue e a saliva do doente.
7. Gato preto dá azar

Gente, estamos no século XXI e não na Idade Média. Gato preto não dá azar. E pensar que tem quem ainda acredite nisso e maltrate (e até mate) os coitadinhos por causa disso.



8. Gatos são menos legais que cachorros

Trata-se de um debate que não leva a lugar nenhum. Alguns são do time dos cachorros e outros, dos gatos. São animais diferentes e pouco comparáveis. Cada dono deve ponderar a qualidade que busca em um pet e escolher um deles. Só não vale falar mal dos felinos quando não se conhece muito sobre eles. Eu tenho gatos em casa e garanto que são umas fofuras sem fim.

Fonte: Site Veja SP


domingo, 23 de março de 2014

Dez hábitos para viver mais

* Coma frutas, legumes e verduras: a primeira mudança de hábito começa pela boca. Se você não come diariamente legumes, frutas e vegetais, alguma coisa está faltando no seu cardápio. Pessoas que consomem grande variedade desses alimentos têm menores taxas de doenças crônicas. Além disso, eles ajudam a manter um peso cor­po­ral saudável e a viver por mais tempo. Lembre-se: quanto mais colorido for o seu prato, melhor. As diver­sas cores das fru­tas e veg­e­tais rep­re­sen­tam difer­entes nutri­entes e antiox­i­dantes. As anto­cian­i­nas, por exem­plo, ajudam a com­bater o cresci­mento de célu­las can­cerígenas. Essa substância está presente em frutas, como morango, uva e açaí. Uma dica para inserir esse hábito na sua rotina é comprar, pelo menos, uma nova fruta, legume ou verdura toda vez que você fizer compras no mercado. Sua saúde (e seu paladar) agradece.

* Durma bem: dormir é uma das mais importantes funções que o nosso corpo usa para regular e curar nossas células. É o período em que o organismo repõe as energias gastas durante o dia, preparando nosso corpo para o dia seguinte. Então, uma boa noite de sono é fundamental para ter mais disposição para cumprir nossa rotina diária. Ainda assim, dormir bem é algo que varia de pessoa para pessoa, pois algumas podem precisar de muitas horas e outras nem tanto. Em geral, é recomendável dormir, pelo menos, seis horas por dia. Em vez de dormir menos para ganhar mais horas de atividades por dia, durma mais para acrescentar anos à sua vida.

* Beba mais chá: manter o hábito de beber chás é uma atitude que vai proporcionar momentos relaxantes para você e para o seu organismo. A bebida possui nutrientes essenciais que contribuem para o bom funcionamento do nosso corpo. Entre as suas variedades, a infusão mais saudável é o chá verde, que tem como princípio ativo os polifenóis, substâncias responsáveis por diminuir os níveis de colesterol. Além disso, o chá verde contribui para a saúde bucal e tem efeito antioxidante, diminuindo a produção de radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento. Quente, morno ou gelado, não importa. Uma xícara de chá verde por dia, ao menos, fará uma diferença tremenda na saúde do seu presente e do seu futuro. Cuidado com os excessos: tomar muito chá pode irritar o estômago e afetar o sistema nervoso central, produzindo efeitos colaterais como a insônia e a irritabilidade.

* Escove bem os dentes: escovar os dentes é um hábito que contribui para sua longevidade como ser humano. Dentes limpos afastam bactérias que causam a peri­odon­tite e cáries, que em casos mais graves, ultrapassam os limites dos dentes e das gengivas atingindo nossa corrente sanguínea. Uma vez espalhadas no organismo, elas causam uma série de inflamações e aumentam o risco de doenças cardiovasculares. O hábito de usar fio dental, pelo menos uma vez por dia, é outra medida fundamental para viver mais e melhor, pois ele alcança lugares onde a escova não chega. Por isso, é um aliado para remover as bactérias nocivas ao ser humano.

* Pratique exercícios físicos: a inativi­dade e a perda de massa mus­cular acel­era o processo de envelhecimento. Um estilo de vida mais ativo faz com que as mudanças causadas pela idade sejam combatidas. Estima-se que, ao menos, 15 minutos de exercício diário com intensidade moderada podem nos acrescentar até três anos de vida. A verdade é que a prática de exercícios físicos é a principal aliada contra doenças crônicas, especialmente as cardiovasculares. Corrida, cam­in­hada e natação são ape­nas alguns dos exercícios que devem virar hábito diário se você deseja uma vida melhor e saudável.

* Mantenha relações sociais: relações sociais saudáveis são excelentes aliados na busca pela longevidade. Manter as amizades, por exemplo, é um hábito que nos ajuda a enfrentar os momentos difíceis com leveza e alegria. Faça questão de se encontrar com os amigos, compartilhar experiências e dividir dores, temores e angústias. Ninguém faz sucesso sozinho. Manter pessoas boas e confiáveis sempre ao redor é um hábito que vai levar você à estabilidade emocional e, consequentemente, a uma melhor qualidade de vida. Amigos ajudam a combater sentimentos negativos que podem vir com o avanço da idade, como a depressão.

* Consuma alimentos integrais: alimentos compostos por grãos e cereais são aliados fundamentais na busca por uma vida mais saudável, pois eles não passaram por nenhum processo de refinação. Por isso, conservam todos seus componentes originais, incluindo cascas e películas protetoras. Aí, está sua principal vantagem: concentram vitaminas e minerais. Além disso, esses alimentos possuem fibras solúveis capazes de serem digeridas e também ajudam a reduzir o colesterol e a glicose sanguínea. Alimentos, como o mamão e a aveia, contribuem para o bom funcionamento do intestino. Em compensação, evite carboidratos brancos e pobres em nutrientes, como alguns tipos de pães, farinha, arroz branco e açúcar. E invista mais em frutas, vegetais, cereais e pães integrais.

* Ômega 3: os ácidos ômega-3 são uma verdadeira fonte da juven­tude para todos. Diversos estudos comprovaram que indivíduos com índices mais elevados da substância no sangue possuem menores taxas de doenças do coração. O ômega-3 também contribui para diminuir consideravelmente as taxas de envelhecimento cromossômico. Como não é produzida pelo organismo, essa gordura natural precisa ser ingerida através da alimentação. Portanto, vale a pena inserir em seu cardápio alimentos, como salmão, atum, lin­guado, cav­ala e sardinha. Todos eles apresentam altas taxas de ômega-3. Outras fontes são: chia, linhaça (óleo, semente e farinha), vegetais verde escuros (couve, espinafre e rúcula), castanha do Brasil e nozes.

* Não guarde rancor: uma das principais dicas para viver mais, melhor e em paz é evitar, a todo o custo, guardar sentimentos negativos, como o rancor. Quando você está estressado ou nervoso, os níveis de cortisol aumentam no sangue. Isso causa danos ao seu coração, metabolismo e sistema imunológico. Além disso, taxas altas desse hormônio são associadas a doenças, como depressão. Portanto, tenha o hábito de, na medida do possível, resolver os problemas assim que eles apareçam. Outra alternativa é não deixar pequenos problemas crescerem como uma bola de neve. Dessa forma, com menos sentimentos negativos no organismo, você conseguirá viver de forma mais saudável e tranquila.

* Pare de fumar: se você ainda fuma, é hora de repensar suas atitudes. Cigarro e vida longa são elementos completamente opostos. Dependendo da quantidade de cigarros que você fuma por dia e da capacidade de seu pulmão, o hábito de fumar pode tirar até dez anos de vida. Pior ainda: o fumante também causa danos às pessoas que estão a sua volta, que são os fumantes passivos ao inalar a fumaça do cigarro. A nicotina atrapalha a irrigação sanguínea, prejudica a oxigenação das células cutâneas e desidrata a pele. Além disso, os fumantes correm 70% mais risco de sofrer um infarto em comparação com quem não fuma. É hora de apagar o cigarro para sempre!

Fonte: Site Ehow Brasil

sexta-feira, 21 de março de 2014

2 e 9

E o tempo continua passando, rápido que nem vejo! Parece que foi há alguns dias que eu estava escrevendo sobre seus 2 anos e 8 meses... de um mês para cá muitas coisas aconteceram, viagens, novidades, um novo membro na família, vivendo e aprendendo!

Logo que você fez 2 e 8, fomos para Paraty. Foi sua primeira vez por lá, assim como da sua avó e vocês aproveitaram bastante, fez um sol tão lindo!

Na piscina do hotel

Sorvetando

Com a mamãe!

A caminho de Paraty, passamos pela entrada de São Luiz do Paraitinga e não tivemos como resistir! Paramos, almoçamos e conhecemos essa cidadezinha tão linda! Ficou o gosto de quero mais, pretendemos voltar!

]
Na Igreja do Rosário

Você também começou o desfralde e só eu sei o quanto eu estou limpando de xixi pela casa, hahaha! Espero que essa fase passe logo e seja só uma fase engraçada para contar. Ah, mas uma coisa eu não posso negar: você fica lindoooo de cuequinha, tão rapazinho!

Além de muitos passeios e brincadeiras com os amigos, ganhamos um novo membro para nossa família, o Stevie, que você carinhosamente chama de Tidi! Ele é fofo, um negro gato especial, que finge que é ceguinho, mas é um danadinho! Espero que essa amizade de vocês cresça mais e mais!

Arthur e Stevie

Que mais eu posso falar? Que o tempo está voando, que você está cada dia mais lindo, esperto e terrível (seu apelido na escola é Terremoto e você e seus amigos fazem parte da Turma do Arrepio, preciso falar mais, rs?). Sei que estou cansada com a correria e procuro te curtir o máximo possível, sei que você está crescendo rápido e que vou morrer de saudade dessa fase, dos pedidos para dormir comigo a noite, dos nossos passeios, abraços e beijos babados! Te amo muito, filhão, mesmo! Parabéns por mais um mesversário!

quarta-feira, 19 de março de 2014

Doenças felinas: FIV

Antes de eu ter o Stevie, eu nem sabia que existia essa doença, que atinge só os gatos. Quando achei meu neguinho na rua, só pesquisei sobre toxoplasmose, como evitar e tal (e por sinal descobri que é bem difícil pegarmos a doença dos gatinhos, farei um post sobre mais pra frente) e aí, por acaso, encontrei matérias e artigos sobre essa doença.

A FIV é conhecida como AIDS felina, que só é transmitida de gato para gato e funciona mais ou menos como a AIDS no ser humano: o animalzinho tem o vírus e pode nunca desenvolver a doença (o ser humano carrega o vírus HIV e muitas vezes não desenvolve a AIDS, ficando anos e anos sem sintomas e até sem saber que tem a doença), além de ficar com problemas no sistema imunológico. A transmissão ocorre por meio de troca de secreções, geralmente em mordidas nas brigas de rua, por isso gatos que vivem na rua ou que tem acesso a telhados tem mais facilidade de adquirir o vírus. Diferente do HIV humano, a FIV não é transmitida de mãe para filho durante a gestação.

Lembrando, a FIV não é transmitida para o ser humano e nem para outros animais!

A FIV diminui a imunidade do gatinho e os primeiros sintomas da infecção são febre, gânglios aumentados, pelo sem vida. Depois de alguns meses de infecção, o gatinho perde peso, tem constantes diarreias, fadiga, gengivite e infecções variadas, como pele, intestino e sistema respiratório. Em casos extremos e terminais, o gato pode apresentar falência de órgãos e linfomas.



Para diagnosticar a doença, é necessária a realização de exames de sangue. Caso tenham sido apresentados sintomas e o exame dê negativo, é bom repetir em alguns meses. Stevie fez semana passada, depois vou contar como foi a experiência. Fizemos na DogNostic, que fica no bairro do Belém aqui em Sampa (em frente ao SESC Belenzinho. Pagamos 140 reais na sorologia para FIV e FeLV. Infelizmente, a FIV não tem cura e nem vacina, então resta evitar expor o gatinho a situações de risco e a outros animais que tenham o vírus.

Conclusão: a FIV é uma doença que não impede o gato de ser adotado, apesar de muitas pessoas terem preconceitos e preferirem não adotar. A doença não pode ser transmitida dos gatinhos para outros bichinhos da casa e nem para nenhum ser humano, a única exigência é o gatinho não viver com outros gatos que não tenham o vírus, para evitar a transmissão. Muitas vezes o vírus não afetará a vida do gatinho, que poderá passar muitos anos sem desenvolver a doença, por isso, se puder, adote e ajude um gatinho com FIV a encontrar uma casinha!

Interessou em adotar um gatinho, especial ou não, filhote ou velhinho, branco ou pretinho? Entre no Adote Um Gatinho e conheça alguns peludos. Ah, e existem várias outras ONG's legais e idôneas que estão cheias de gatinhos sem lar e que precisam de doações para se manter, se informe e ajude =)

Fontes: Clínica Animal e Provet

segunda-feira, 17 de março de 2014

Hidratação com Bepantol


Um produto seguro, de baixo custo, fácil acesso e muitos benefícios, o Bepantol era usado inicialmente como uma pomada para assaduras de bebês, mas acabou se transformando no queridinho das mulheres. Seu uso, na grande maioria das vezes, é para a hidratação da pele, apesar de ter como sua função principal a cicatrizarão. “O efeito hidratante é secundário, mas ele funciona bem como reparador, especialmente nos lábios, na pele e também em mucosas. Em geral, o recomendado é que sejam feitas de uma a três aplicações de fina camada da pomada diariamente”, explica o dermatologista Ricardo Limongi Fernandes, do Hospital Santa Cruz, em São Paulo.




Já o uso de Bepantol para cabelos não é recomendado. O médico explica que o dexpantenol (vitamina B5), que é o princípio ativo do Bepantol, tem efeito reparador e, por isso, é usado como base em diversos produtos desenvolvidos especialmente para o uso capilar. Mas as adeptas do seu uso nos cabelos optam pelo Bepantol em solução, que é líquido e, geralmente, misturado a outros ingredientes em receitas caseiras. “A indicação médica do Bepantol no couro cabeludo é restrita a casos de escoriações, ferimentos, pós-operatórios e enxertos, mas não como cosmético. As receitas caseiras não são indicadas pelos dermatologistas por falta de evidências de sua eficácia, mas sua diluição em água é perfeitamente aceitável”, afirma o dermatologista.
Por ser um produto oleoso, ele é contra-indicado em áreas e indivíduos propensos a acne, pois pode desencadear ou piorar o quadro.

sábado, 15 de março de 2014

Dia de teatro: Alice, o Musical

No Carnaval aproveitamos uma promoção para assistir Alice, o musical. Fazia um tempo que eu não levava o Arthur ao teatro e como adoramos musicais, fomos. Pagamos apenas 14 reais, assistimos uma peça muito bem feita e gostosa de assistir e conhecemos um teatro lindo e novinho, o Teatro Fernando Torres, no Tatuapé.



Dessa vez levei minha mãe para um passeio kids e ela curtiu, principalmente a cafeteria, rs (minha mãe é "coffee addicted"). 

O musical é uma adaptação do filme Alice no País das Maravilhas e conta a história da menina Alice, que adora ler e entra na história maluca de seu livro, conhecendo o Coelho Branco, o Chapeleiro Maluco, a Rainha e vive experiências mais malucas ainda, como encolher e crescer, além de tomar várias vezes o chá das cinco. O elenco é muito bom e a história é muito bacana, conseguiram adaptar de uma forma divertida várias partes legais do filme, inclusive a Alice fica gigante no palco, vale a pena assistir!

Para comprar seu ingresso, clique aqui ou vá direto à bilheteria do teatro, vale muito a pena para crianças e toda a família!

Rua Padre Estevão Pernet, 588 - Tatuapé

quinta-feira, 13 de março de 2014

Primeira semana do Stevie em casa

Depois de voltar da internação, contei um pouco como o Stevie estava nesse post aqui. Com os dias, a adaptação dele foi ficando cada vez melhor. Ele está se dando bem com todos na casa, até o Arthur que está com um pouco de ciúme está gostando do nosso pretinho. Na verdade, esse está sendo nosso maior foco em casa, a adaptação do Arthur ao Stevie, porque o pretinho está numa boa, bem paz e amor com todos, Arthur que ficou com  enciumadinho com a chegada do novo morador. Apesar disso, no geral eles se dão bem, Arthur às vezes vem, faz um carinho, brinca, dá uma de Felício. Stevie é mais na dele, acho que ainda está se recuperando da cirurgia e talvez dos traumas. Gosta de ficar quietinho, afiando as unhas no sofá, gosta de ficar deitado enquanto vemos TV, curte uma preguiça.

Ah, mas a vida dele não é feita só de preguiça, olha como ele brinca! Nem parece que perdeu a visão!

video

Ele também é comilão DEMAIS! Come sem parar e vive pedindo comida, deve ter passado uma fome danada, tadinho... adora Whiskas sachê, ração pura e comida, ah, como gosta de comida! Na quarta de cinzas achamos Stevie na bolsa da minha mãe, tentando abrir a marmita dela, pode?

Também anda para todos os lados da casa, ainda bate a cabeça, mas está melhorando cada dia mais. Faz xixi e cocô na caixinha e enterra, muito higiênico e também adora se lamber, é o dia inteiro tomando banho de língua!



Curtindo preguiça em casa

Segunda foi dia de tirar os pontos na Dra. Camilla e foi tudo bem, ele ficou super quietinho. Um ponto, que ficou mais inchado, vai ser retirado daqui um tempo, porque está muito incômodo e ficamos com pena dele, tadico do Stevie! Essa semana também vai começar com o vermífugo e faremos o exame para FIV e FeLV, estou bem ansiosa e espero que dê negativo para os dois! Bom, tirando a questão do pontinho que não quer sair, Stevie está ótimo, brincando, correndo pela casa, comendo muito e dormindo bastante! Já descobriu um esconderijo para fugir dos apertos do Arthur e adora dormir com meu marido, como esses dois se apegaram, é lindo de ver. Stevie é muito amado, adorou nossa casa e parece que escolheu meu marido como pai (porque dono é muito feio, eu acho pelo menos, rs). 

Semana que vem venho contar mais do Stevie, para finalizar, mais fotos do nosso preto lindo!



Felício, ops, Arthur

Fazendo uma preguiça no colo do vô

terça-feira, 11 de março de 2014

Dia de teatro: Divórcio!

Domingo foi dia de passear com a mama, como eu adoro! Sair com a minha mãe é sempre bom, ela topa tudo, gosta de conhecer restaurantes, ver filmes, peças, é tudo de bom! Fomos assistir Divórcio!, uma peça que está rolando no Teatro Fernando Torres, no Tatuapé. O acesso de carro é bem fácil, o local conta com estacionamento (20 reais) e fica entre as estações Carrão e Tatuapé do metrô. Além do mais, o teatro é novinho e tem uma cafeteria muito gostosa, o Café Tablado. Aproveitamos uma promoção do dia das mulheres e pagamos meia entrada, melhor ainda!

Banner do espetáculo [ignorem a data, achei bom por conter dados do teatro ;)]


A peça conta a história de um ex-casal de advogados que se encontram por conta de um caso em que ambos participam, defendendo um casal que está se divorciando. Entre brigas do ex-casal e do futuro ex-casal, muita água rola e as risadas são garantidas, adoramos a peça, rimos do começo ao fim!

Onde comprar seu ingresso: na bilheteria do teatro ou pelo site do Ingresso Rápido.

As sessões são aos sábados e domingos, geralmente às 19h.

Teatro Fernando Torres
Rua Padre Estevão Pernet, 588 - Tatuapé
Telefone: (11) 2227-1655

domingo, 9 de março de 2014

Andar com fé eu vou

Eu adoro caminhar e quinta retomei a minha rotina de caminhadas. Eu até faço esteira, mas gostar mesmo, eu gosto de caminhada na rua!

Quinta aproveitei para voltar do Pilates (minha única atividade física há um mês) a pé e depois fui trabalhar a pé também, aquele calor, aquele solzão, mas fui que fui. Minha vida está super enrolada porque minha tia, que era meu braço direito, pediu demissão no fim de janeiro. Pensem em como minha vida ficou uma beleza... além da correria de trabalhar, cuidar do Arthur, estudar, ainda ter que limpar a casa... ainda bem que meu marido me ajuda, mas só nós não damos conta, aí a diarista da minha mãe conseguiu uma brechinha pra ir lá em casa e assim pude retomar as caminhadas!

Senti tanta falta de caminhar! Fora que percebi que engordei um pouco por falta do aeróbico, aff... agora é recuperar o tempo perdido. A única coisa que me desanima é a falta de segurança para quem caminha na rua. Já quase fui atropelada várias vezes por motoristas que passam no farol vermelho, não dão preferência na faixa de pedestre, correm feito loucos em ruas pequenas... já perdi as contas de quantas vezes levei fina de carro na rua... as motos também estão no bolo, mas são menos comuns que os carros.

Outra situação que me bota muito medo é de ser assaltada... um dia desses estava voltando de carro do serviço e vi um casal que estava a pé ser assaltado na minha frente, que raiva que deu! Na hora eu queria atropelar o cara que roubou o casal, o homem corria atrás do ladrão, ficou todo mundo com aquela sensação de impotência horrível... Uma vez eu estava voltando de um médico a pé e passei por cima de uma ponte, no Tatuapé. Ando na rua com os radares ligados, olhando para frente, para trás e para tudo que é lado. Nisso vinha um homem do outro lado da ponte, que olhou para um lado e para o outro, atravessou e veio correndo na minha direção. Eu, louca, atravessei para o outro lado da ponte, passando em frente de um caminhão (senti até o cabelo voar de tão perto que o caminhão passou). Xinguei um monte o cara, que saiu correndo.

Outro dia eu estava andando na praça da Sé, ia encontrar minha mãe no trabalho. De repente um senhor que mais parecia um walker passou ao meu lado, com olhos caídos, parecia mais dormindo que acordado. Pois é, antes ele estivesse dormindo... ele passou por mim e me deu uma rasteira, posso com isso? E me xingou, devia estar tão louco que nem sabia o que estava vendo e fazendo... sorte que eu já estava ligada e quando ele veio eu dei um pulo, senão teria caído de cara no chão, certeza! Na hora fiquei com o coração disparado, mas depois ri de lembrar, só eu mesma para levar uma rasteira na rua, rs.

No fim das contas, caminhar na rua é uma missão complicada. Eu tenho que andar com celulares dentro da roupa, dinheiro na meia, a bolsa mesmo vai com o essencial. Evito andar com coisas de valor e o que tem valor, carrego comigo. Os celulares sempre estão no vibra e o mais simplesinho deixo na bolsa, caso tenha que entregar um celular em um roubo. É complicado, a gente já anda pensando no que vai entregar para o ladrão, no que vai dizer. E quando caminho na rua é bem assim. Se eu vou trabalhar, é todo esse ritual que citei mais acima. Se vou caminhar apenas por exercício, levo só o celular, um documento e um dinheiro trocado, para não dar chance para ser assaltada... é triste, mas não vou desistir das minhas caminhadas, vou andar com fé que tudo dará certo ;)

sexta-feira, 7 de março de 2014

Cabelos no verão

Praia, sol, mar... o verão vai deixar saudade, mas também efeitos colaterais no cabelo. Entenda porque seus fios ficaram ressecados e sem vida e saiba como recuperá-los já!

Manias de verão que detonam os fios:
Sol, sol e mais sol
Ressecamento, falta de brilho, enfraquecimento e pontas duplas são alguns dos sintomas pós-temporada de praia. Isso é comum na estação pois, a exposição aos raios ultravioletas racha a cutícula do cabelo e retira a umidade, deixando o cabelo seco e frágil, o que acontece menos no inverno ou quando os cabelos estão protegidos com produtos específicos.

Cabelo preso toda hora
Rabo de cavalo, coque e trança são ótimas opções de penteados quando o calor está de matar. Porém, manter o cabelo preso por muito tempo pode comprometer a resistência da fibra capilar por causa da tração feita pelo elástico ou pelos grampos de metal. O resultado é quebra na certa!

Miss chapinha
Na temporada de calor, abusar dos equipamentos elétricos pode acentuar os danos aos fios. Em excesso e em alta temperatura, secadores, bobes quentes, modeladores de cachos e pranchas alisadoras levam ao dano, enfraquecendo a fibra capilar e fragilizando ainda mais os fios. “O calor racha a cutícula do cabelo e retira a umidade, ressecando o cabelo, tornando-o seco e frágil”, explica o cabeleireiro Luiz Cintra, de São Paulo.

Mergulho na piscina
Por remover a oleosidade natural dos fios, o cloro costuma deixar o cabelo áspero e poroso. A lógica é clara: se a camada externa de proteção está machucada, as proteínas que estão dentro do fio vão embora rapidinho.

Soluções para trazer o brilho de volta!
Prato perfeito
Inclua linhaça, sardinha, salmão e outras opções ricas em ácidos graxos no cardápio. Esses alimentos ajudam a melhorar a qualidade dos fios, deixando-os mais sedosos e brilhantes. Consumir carnes magras, leguminosas, sementes e cereais integrais também é importante, porque são boas fontes de ferro e zinco, nutrientes que contribuem para fortalecer o cabelo.

Cor sim, cor não
Todo tipo de tintura permanente altera a estrutura do fio, causando uma leve agressão que, aliada aos danos do verão, deixa o cabelo um deserto só. Como o seu cabelo está fragilizado, é melhor aumentar a pausa da coloração. “O ideal é esperar no mínimo 20 dias e caprichar na hidratação caseira com um creme de tratamento potente”, aconselha Luiz Cintra. Prefira os que tenham alta concentração de queratina.

De dentro pra fora
Com os danos, o fio perde proteína, enfraquece e ganha uma estrutura repleta de porosidade. Para trazer a força, o brilho e a beleza de volta, só com uma reconstrução poderosa. E dá para fazer isso em casa, com a nova linha Dove Reconstrução Completa, que recupera o cabelo em sete dias. Com vital keratin, o produto repõe proteína e repara a estrutura interna do fio.

Fonte: Site Dove

quarta-feira, 5 de março de 2014

O gato preto (continuação)

Na sexta passada postei sobre o gato preto que achei perto do meu serviço e vim aqui contar o desfecho da história, que foi muito boa!

Sexta trabalhei o dia inteiro e nada do gatinho aparecer... quando estava arrumando minhas coisas para ir embora, um aluno aqui da escola entrou na escola gritando, me chamando e avisando que tinha achado o gatinho preto! Fomos correndo para a passarela e a irmã dele estava cuidando dele, para ele não sumir de novo. Tadinho do pretinho, com os olhinhos tão machucados... nem vou postar foto porque é muito impressionante. Os olhos dele estavam para fora, muito feridos e infeccionados, mas apesar disso ele não parecia estar sentindo dor. 

Outros alunos apareceram e começaram a me ajudar, um foi pegar uma caixa no mercadinho, outro cuidou do gatinho para eu ir na escola ligar para a veterinária mais próxima. Liguei e a doutora me pediu para levar o gatinho no consultório dela. Colocamos o gatinho na caixinha e fomos, eu e mais três alunos, levá-lo no consultório. A doutora Camila examinou os olhinhos dele e disse que teria que operá-lo, que provavelmente ele foi atropelado ou que sofreu maus tratos, judiação =(

Sexta mesmo ele foi internado e ficou marcada a cirurgia dele para sábado a tarde. A doutora me disse que ia aproveitar a anestesia para castrá-lo, achei uma maravilha, só assim o abandono de animais vai diminuir, mas isso é outra questão que só com ajuda do governo e orientação à população que poderá acontecer. 


Aguardando a hora da cirurgia


Sábado pela manhã fui com o Arthur visitar o gatinho antes da cirurgia e pagar a Dra. Camila, que foi muito bacana em nos atender tão em cima da hora, além de ter castrado o gatinho! Nos despedimos e fiquei aguardando novidades e ela não me deixou na mão, mandou muitas fotos do gatinho, me manteve informada de tudo e ficou com ele dois dias internado para poder cuidar dele direitinho. Infelizmente, os dois olhos estavam perdidos e tiveram que ser removidos, morri de pena do gatinho =(((, mas tenho certeza de que ele irá se recuperar bem e aguçará os outros sentidos para compensar a perda da visão. Fiquei chateada porque a visão do gato é super importante... 


Recém-operado =(


Enquanto esperava a segunda-feira chegar, aproveitei para tentar organizar a casa, já que o gatinho não poderia tropeçar nas coisas e nem ficar batendo a cabeça. Também li muito sobre outros gatos cegos, como viviam, dicas para eles terem uma vida melhor. Vi um vídeo do gato Oskar e conheci blogs sobre o assunto. Também conversei com amigos que tem gatos, porque não sei criar gato, rs. Conversei sobre rações, hábitos, caixinha de areia... conversei muito com a veterinária pelo WhatsApp e ela me ajudou bastante, com várias dicas e orientações. Para finalizar, fui com meu marido e Arthur ao Pet Center e compramos as coisinhas para receber o gatinho em casa. 

Na segunda fui buscá-lo e apesar das críticas em casa (mãe, marido, todo mundo me chamando de louca por pegar um gato cego e com um menino pequeno em casa), ele foi muito bem recebido! Cheguei e estavam todos esperando, meus pais, irmão, marido, filho. E todos ficaram apaixonados, amor à primeira vista! Ele foi no colo de todo mundo, andou pela casa, comeu e logo aprendeu a fazer xixi na caixinha, uma graça! Apesar dos pontos, ele está bem e vai retornar semana que vem para tirar os pontos, tomar sua primeira vacina, talvez tomar um banhinho. 


video
Primeira refeição do Stevie em casa


Esses dois dias em casa estão muito bons, meu marido se apegou demais ao gatinho, que agora se chama Stevie (por causa do Stevie Wonder, todo mundo adorou esse nome!), minha mãe também o adorou! Arthur está com um pouco de ciúme, no primeiro dia nem olhava para o Stevie. Agora já brinca, faz carinho, tudo é questão de adaptação, né? Virou o xodó da casa! Agora é cuidar e amar para ele virar um gatão lindo! E especial ele é com certeza, pois é carinhoso, vai com todo mundo, é muito grato, sabe? Ele é muito querido!

Antes de acabar, queria agradecer imensamente a doutora Camila, eu tiro meu chapéu para ela! Sou muito grata mesmo pela atenção que ela teve, o carinho desde o início, por ter nos atendido de última hora e operado o Stevie em pleno Carnaval, por ter cuidado dele durante a internação e também à sua família por ter cuidado dele com tanto carinho durante esse período! Ela é demais, mandou fotos, vídeo, o recebeu como membro da casa, já a conheço há muitos anos e sempre a indiquei e agora, a indico mais que nunca! Ela tem um consultório na Rua Carneiro Leão, 154, no Brás, aqui em São Paulo. A página da clínica no Facebook é essa aqui, curtam lá! Ela é uma profissional de mão cheia e de coração enorme!

E para finalizar, algumas fotos do novo morador da nossa casa, Stevie =D




Outra verdade

Quando o meu está quieto, desconfio e quase sempre estou certa =P